18 de dezembro de 2014

Candal vence e mantém-se fora da zona de despromoção


Local: Estádio Rei Ramiro
Hora: 15h
Árbitro: Diogo Oliveira

Candal: Dida, Pedro Santos, Monteiro, João Castro e Joel Neves, Renato, Russo e Hugo Almeida, Ivandro, Everton (Ricardinho 27'/Álvaro 60') e Miccoli (Baresi 81').
Treinador: Adriano Teixeira

Varzim B: Marinho, Roberto, Daniel, Zezinho e Hernâni, Filipe, Carlitos e Paulo Jota (Gois 70'), Pinto, Vítor e César (Sidnei 70').
Treinador: Quim Berto

Resultado ao intervalo: 2-1
Resultado final: 2-1

Marcadores: Hugo Almeida (8') e Monteiro (36') para o Candal e Hernâni (44') para o Varzim B

O Candal venceu o Varzim B no passado domingo, em partida da 15ª jornada da Divisão d'Elite Pro Nacional. A formação candalense esteve em bom plano, conseguindo uma vantagem de dois golos ainda antes do intervalo, com Hugo Almeida a abrir a contagem ainda antes dos dez minutos de jogo e Monteiro a aumentar aos 36'. Porém, os varzinistas reagiram e Hernâni reduziu aos 44'. A segunda parte fica marcada pela expulsão de Monteiro, que deixou os gaienses a jogar com 10, situação que os homens de Quim Berto não conseguiram aproveitar.
Adriano Teixeira, técnico candalense, estava satisfeito com o resultado alcançado: "Foi um jogo bem disputado. Chegamos ao 2-0 ainda na primeira parte e na parte final dos primeiros 45' tivemos alguma desconcentração, que resultou no golo do Varzim B. Na segunda parte controlamos o jogo, mesmo depois da expulsão do Monteiro. A vitória é inteiramente justa", disse.
Este resultado mantém o Candal na 13ª posição, com 16 pontos, a salvo da zona de despromoção, numa jornada onde os clubes do fundo da tabela venceram.
No próximo domingo os gaienses deslocam-se ao terreno do São Pedro da Cova, uma equipa moralizada pelas vitórias nas últimas jornadas. Adriano Teixeira espera dificuldades: "Estes jogos com equipas do fundo da tabela, onde também estamos, são sempre difíceis. São Pedro da Cova vem de uma vitória moralizadora, mas vamos jogar lá com o sentido nos três pontos", disse o técnico, que não poderá contar com Monteiro, expulso esta jornada e também com Everton, lesionado no mesmo jogo. 
A partida com os mineiros está marcada para as 15h deste domingo.

Leverense ganha dérbi e volta ao segundo lugar


Local: Com plexo Desportivo do Leverense
Hora: 15h
Árbitro: Nuno Lopes

Leverense: Gamito, Kasker, Leandro, Paulo Sérgio e Tiago, Miguel, Barbosa (Morais 85') e Jota (Rafael 85'), Bruno (Diego 85'), Hermes (Pedro 70') e João Pinho.
Treinador: Eduardo Paixão

Arcozelo: Moita, Bruno, Fábio, Marques e Hedinhas, Éder, António e Valter (Guga 80'), Guil, Moreira e João Reis (Pedrinho 80').
Treinador: Allen

Resultado ao intervalo: 0-0
Resultado final: 2-0

Marcadores: Hermes (65') e João Pinho (81')

Hermes (17) desbloqueou o nulo aos 65' e abriu caminho ao triunfo da sua equipa
Foto: Clube União Desportiva Leverense
O Leverense venceu o Arcozelo, em mais um dérbi gaiense, e regressou ao segundo posto da tabela classificativa, beneficiando também da escorregadela do Os Lusitanos que empatou na deslocação ao terreno do Castêlo da Maia. Os homens de Eduardo Paixão venceram por duas bolas a zero, com os golos a acontecerem apenas na segunda parte e nos últimos 25 minutos de jogo. 
A jogar com mais um desde o final do primeiro tempo, o Leverense não permitiu que o Arcozelo ganhasse ascendente e Hermes acabou por abrir o marcador aos 65' de jogo. As coisas complicaram-se para os verde-e-brancos quando Hedinhas foi expulso aos 70' deixando o Arcozelo com nove atletas em campo e o Leverense voltou a aproveitar, sentenciando o jogo aos 81' por intermédio de João Pinho.
Eduardo Paixão, técnico leverense, estava contente com o resultado e com a posição da sua equipa: "Merecemos estar neste lugar", começou por dizer o treinador, prosseguindo: "Foi um jogo bastante difícil, mas onde conseguimos dominar na totalidade dos 90'. O adversário não conseguiu contrariar a nossa superioridade", reforçou. Relativamente ao segundo lugar, Eduardo Paixão afirma que este resultado só será benéfico, se vencerem no próximo domingo: "Vejo com bons olhos este lugar. Estou agradado, pois estamos a trabalhar para isso e a jornada também foi benéfica para nós. Mas este resultado só prevalecerá se vencermos no domingo", concluiu.
Do lado do Arcozelo, apesar das diversas tentativas, não foi possivel chegar à fala com Allen, treinador dos verde-e-brancos.
O Leverense desloca-se no próximo domingo ao terreno do Águas Santas, ao passo que o Arcozelo recebe o São Vítor, com as partidas a terem início às 15h.

Pedroso impõe primeira derrota ao Gulpilhares


Local: Complexo Desportivo de Pedroso
Hora: 15h
Árbitro: Daniel Santos

Pedroso: Bruno, Cláudio, André, Gerson e Hugo (Manito 72'), Neves, Isidro e Berna (Rúben 72'), Pipa, Cardoso e Júlio.
Treinador: Manuel António

Gulpilhares: Faria, Fábio Duarte (Leandro 72'), Valente, Gerson e Maté, Diogo (João 72'), Cláudio e Vitinha, Cambiasso, Rooney (Tiago 88') e Nuno Velha.
Treinador: António Pereira

Resultado ao intervalo: 1-0
Resultado final: 2-0

Marcadores: Neves (45') e Isidro (94' de g.p.)

Pedroso (de amarelo) foi mais forte e impôs primeira derrota ao Gulpilhares
Foto: Gaia Desporto
O Pedroso impôs a primeira derrota ao Gulpilhares, ao cabo de 11 jogos já disputados. A equipa de Manuel António foi mais pragmática que o adversário e líder da prova, e conseguiu um golo no final de cada uma das partes do jogo, somando assim três importantes pontos. Neves abriu a contagem já perto do intervalo, aos 45'. O Gulpilhares tentou reagir no segundo tempo, mas não conseguiu ultrapassar a defensiva adversária e já no período de compensação Isidro apontou o segundo golo na marcação de uma grande penalidade.
Manuel António, treinador do Pedroso, destaca a boa exibição da sua equipa: "Defrontamos um candidato à subida e justificamos inteiramente o resultado. Procuramos a vitória do princípio ao fim, mas não significam nem mais, nem menos, do que três pontos", começou por referir o treinador. Este resultado colocou o Pedroso no quarto lugar, com 20 pontos, menos dois que o segundo classificado, o Leverense. Mas nem isso faz do Pedroso candidato à subida: "O Pedroso é apenas candidato a ganhar domingo a domingo. É esse o pensamento", afirmou peremptoriamente Manuel António, que prosseguiu: "Quando entramos, tínhamos o objectivo de fazer o melhor campeonato possível. Este é um grupo espectacular, que teve muitas dificuldades no início da época. Estamos num bom momento", disse o técnico.
Do lado do Gulpilhares, apesar das tentativas, não foi possível falar com o treinador, António Pereira.
Com este resultado o Gulpilhares mantém a primeira posição com seis pontos de vantagem sobre o segundo classificado.
No próximo domingo as 'raposas' recebem o Crestuma, ao passo que o Pedroso visita o Canelas 2010. As partidas têm início agendado para as 15h.

Dragões Sandinenses recupera desvantagem mais ainda não foi desta que ganhou em casa!


Local: Estádio do Tourão
Hora: 15h
Árbitro: Fernando Montenegro

Dragões Sandinenses: Xavier, Tiago (Zé Luís 73'), Rogério, Pedro e Oliveira, João alves, Machado (Avelino 60') e Hélder, Pedro Gabriel, Zezinho (Vitinha 73') e Gomes.
Treinador: José Almeida

Vilarinho: Faria, Cunha, Eduardo, Barriga e João (Teixeira 35'), Joca, Carlitos e Ricardo, João Pedro (Vítor Martins 60'), Rui Martins e Kita (Pedro Sousa 78').
Treinador: Paulo Gonçalves

Resultado ao intervalo: 0-1
Resultado final: 2-2

Marcadores: João Pedro (15') e Rui Martins (58') para o Vilarinho e Gomes (74') e Rogério (78') para o Dragões Sandinenses

João Pedro (Vilarinho) já cabeceou e apontou o primeiro golo dos visitantes no Tourão
Foto: Sport Clube Dragões Sandinenses
O Dragões Sandinenses voltou a não conseguir ganhar em casa, desta feita na recepção ao Vilarinho. A formação de José Almeida esteve mesmo a perder por duas bolas a zero mas conseguiu recuperar, fruto dos golos de Gomes e Rogério no espaço de quatro minutos. Este foi o sexto jogo em casa, onde a equipa soma cinco empates e uma derrota, a única do campeonato, logo na ronda inaugural. E se é certo que ainda não há vitórias caseiras, é certo também que os sandinenses levam já 11 partidas consecutivas sem conhecer o sabor da derrota.
José Almeida explicou ao 'A Bola é Redonda' o que se passou neste jogo: "Entramos mal na primeira parte e não conseguimos finalizar algumas boas situações que criamos. Depois, num canto, o Vilarinho apontou o primeiro golo e isso intranquilizou a equipa. Na segunda parte entramos a pressionar e voltamos a sofrer golo num contra-ataque. Fizemos algumas alterações e arriscamos mais, conseguimos chegar ao empate e por alguma infelicidade, não conseguimos vencer", disse o técnico.
O Dragões Sandinenses joga já este domingo, no terreno do Maia Lidador, o último jogo de 2014. A partida tem início às 15h.

Perosinho soma um ponto na recepção ao Sangemil


Local: Estádio do Perosinho
Hora: 15h
Árbitro: Sandra Santos

Perosinho: Pinto, Elói, Rúben, Neto e Mário, Resende (Serginho 46'), Carlos (Gasosa 70') e Dominguez (Pedro 46'), Nando, Ricky e Romano (Diogo 80').
Treinador: Alfredo Mendes

Mocidade Sangemil: Ricardo, Renato, João Carvalho, Bruno Silva e Ricardo Dias, China, Pires e Freitas (Tozé 60'), César, Pedro (Márcio 60') e Marito (Ricardo Carvalho 90').
Treinador: Hugo Pacheco

Resultado ao intervalo: 0-1
Resultado final: 1-1

Marcadores: Marito (30') para o Mocidade Sangemil e Pedro (55') para o Perosinho

O Perosinho conseguiu um empate na recepção ao Mocidade Sangemil, em partida da 11ª jornada da Série 1 da 1ª Distrital. O conjunto de Alfredo Mendes entrou mal no jogo e, por isso, foi a perder para o intervalo, graças a um golo de Marito à passagem da meia hora. Porém, no segundo tempo, a disposição dos jogadores do Perosinho foi diferente e Pedro empatou a partida aos 55', resultado que se manteve até ao final do encontro.
O técnico dos azuis e brancos, Alfredo Mendes, ressalva que a sua equipa poderia ter feito mais para garantir outro resultado: "Faltou um pouco mais de competência e qualidade, que não colocamos. Fizemos uma má primeira parte, rectificamos na segunda, mas foi mais com o coração do que com a cabeça que conseguimos empatar. Porém, o empate é um resultado justo", disse o técnico.
O Perosinho joga já no próximo domingo, no terreno do Leça do Balio. 

17 de dezembro de 2014

Penantes matou o borrego de Paredes e oliveirenses cada vez mais isolados


Local: Cidade Desportiva de Paredes
Hora: 15h
Árbitro: João Pereira

Paredes: Henrique, Bruno, Nélson, Nuno Moreira e Artur, Sousa, Pedro Duarte (Tito 75') e Luís (Barroso 75'), Ismael, Tozé e Pintinho.
Treinador: Gil Afonso

Oliveira do Douro: Faria, David Santos, Rómulo, Carlos Pinto e Daniel Pinto, Gui, Careca e Bruninho, Fábio Rola (João Rodrigues 69'), Rui João (Luís Pereira 80') e Penantes.
Treinador: Alexandre Ribeiro

Resultado ao intervalo: 0-0
Resultado final: 0-1

Marcador: Penantes (51')

O Oliveira do Douro reforçou a liderança da Divisão d'Elite Pro Nacional, ao visitar e derrotar o Paredes por uma bola a zero, com Penantes em destaque, uma vez que foi dele o golo que proporcionou a primeira vitória dos azuis e brancos no terreno do Paredes, ao cabo de seis partidas disputadas em todas as competições. Este foi o 18º jogo oficial sem derrotas dos oliveirenses.
Relativamente ao jogo, este foi disputado, com poucas ocasiões de golo, sobressaindo o tento de Penantes já na segunda parte. O Paredes reagiu ao golo sofrido, mas a equipa visitante conseguiu segurar as investidas dos homens da casa e somaram três importantes pontos na luta pela subida de divisão, aproveitando da melhor forma as derrotas de São Martinho e Rio Tinto, para alargar a vantagem pontual.
Penantes, autor do golo oliveirense, falou ao blog sobre esta partida. O avançado referiu que a sua equipa queria marcar cedo para intranquilizar o adversário: "Entramos fortes no jogo, a pressionar alto e a tentar fazer o golo cedo, para intranquilizar a equipa adversaria. Acabamos por não marcar na primeira parte e ao intervalo retificamos alguns aspectos taticos e, a partir dai, entramos ainda mais fortes", disse o jogador, que referiu que o Oliveira do Douro teve capacidade de sofrimento para sair de Paredes com a vitória: "Tívemos três oportunidades de golo e uma delas foi o meu golo. Depois fechamos o bloco e não deixamos a equipa do Paredes fazer o jogo deles. Mesmo assim é preciso saber sofrer para vencer e foi o caso dos ultimos 15 minutos", concluiu.
O Oliveira do Douro lidera com 35 pontos, mais quatro que o São Martinho e mais cinco que o Rio Tinto. No próximo domingo defrontam o Aliados de Lordelo.

Crestuma empata frente ao Senhora da Hora


Local: Centro de Estágios Olival/Crestuma
Hora: 15h
Árbitro: João Mário Nogueira

Crestuma: Paulo Rocha, Samuel, João Pinto, Bruno e Lázaro, Sérgio, Lola e César, Pedro, Márcio (Campos 70') e Eduardo (Rúben 83').
Treinador: Vítor Moreira

Senhora da Hora: Pinto, Fabinho, Tiago Costa, Fábio Monteiro e Bruno Pereira, Diogo (Pedro Branco 75'), João Santos e Joel, Serrão (Freire 75'), Cesário e Marcos (Joca 50').
Treinador: Albino Guerra

Resultado ao intervalo: 1-0
Resultado final: 1-1

Marcadores: Sérgio (41') para o Crestuma e Cesário (62') para o Senhora da Hora

O Crestuma voltou a empatar, desta feita  na recepção ao Senhora da Hora, em partida da 11ª jornada da Série 1 da 1ª Distrital. Os gaienses ganharam vantagem com um golo de Sérgio ainda na primeira parte, mas já no segundo tempo, os senhorenses acabaram por chegar à igualdade, através de um golo de Cesário a meia hora do final do jogo. 
O golo de Sérgio foi insuficiente para garantir
a vitória ao Crestuma
Sérgio, autor do golo do Crestuma, falou ao blog sobre este jogo, referindo que faltou um pouco de sorte e também mais acerto na finalização: "Faltou-nos um pouco de sorte e de calma na hora da concretização de todas as oportunidades que tivemos", disse o atleta. Os gaienses apenas venceram uma partida nas últimas sete jornadas, somando três empates e três derrotas, tudo isso depois de um bom início de temporada. Sérgio acredita que é apenas uma fase e que a equipa vai melhorar, pois está a praticar bom futebol: "Todas as equipas têm boas e más fases. Não sinto que seja uma má fase porque estamos a jogar bom futebol e a respeitar o nosso estilo de jogo, no entanto, não temos sido tão felizes mas creio que tudo possa melhor", afirmou.
Com este resultado o Crestuma manteve a oitava posição, agora com 16 pontos. Já o Senhora da Hora mantém o último lugar, mas com quatro pontos.
No próximo domingo há dérbi frente ao Gulpilhares, no terreno destes, e Sérgio acredita que a equipa pode arrancar pontos ao líder: "Uma partida difícil claro. Não tem havido jogos fáceis para ninguém. É um campeonato bastante equilibrado, mas trabalhamos todas as semanas para enfrentar qualquer equipa em qualquer campo", concluiu.

Classificações - Futebol Feminino Campeonato Nacional


O Valadares recebeu e venceu o A-dos-Francos, em partida da 13ª jornada do Campeonato Nacional de futebol Feminino. A equipa de Fernando Matos somou um importante triunfo e, com este resultado, permitir às gaienses estarem muito próximas do atingir os grandes objevtivos desta temporada, que passam por ocupar um lugar entre as quatro primeiras equipas, para depois disputar o título de Campeãs.



Futebol Feminino - Campeonato Promoção - Série B


No Campeonato Promoção do Futebol Feminino, as ateltas do Canelas 2010 foram derrotadas por 2-1 na visita ao reduto do líder, o Viseu 2001, aumentando para nove pontos a distância que separa as gaienses da zona de subida. No resto da jornada, destaque para a vitória do Vila Fc no terreno do Seia, o que deixa a equipa na sexta posição, com 15 pontos e para a derrota do São Félix, em casa, frente à União Ferreiremse, onde acabou goleado por 0-7, mantendo assim a penúltima posição.



Classificações - Campeonato Nacional de Seniores Série C


A Série C do Campeonato Nacional de Seniores está ao rubro. Quando faltam disputar cinco jornadas para o término da Fase Regular, o Salgueiros 08 somou o segundo desaire consecutivo e permitiu a aproximação dos adversários directos. O Coimbrões ascendeu ao segundo lugar com esta vitória sobre os salgueiristas, embora em igualdade pontual co o Cinfães, ambos com 24 pontos. Mais atrás surge o Sousense, surpreendentemente derrotado no terreno do Lus. Lourosa, por 2-1, perdendo assim uma excelente oportunidade de se chegar aos lugares de subida. 



Classificações - Divisão d'Elite Pro Nacional


E vão 18 consecutivos! O Oliveira do Douro somou o 18º jogo oficial sem derrotas, esta temporada, ao visitar o terreno do Paredes e vencer por 0-1, num jogo que os gaienses nunca haviam vencido na condição de visitante. Um golo de Penantes, já no segundo tempo, permitiu aos azuis e brancos cimentarem o primeiro lugar, aproveitando os deslizes do São Martinho e Rio Tinto - ambos perderam - para aumentar para quatro o cinco, respectivamente, os pontos de vantagem.
O Grijó também venceu na deslocação ao terreno do Aliados de Lordelo, por 2-4. A equipa de José Pedro somou a segunda vitória seguida e vai subindo lugares na classificação, ocupando agora o nono lugar com 22 pontos.
O Valadares continua a tentar chegar aos lugares cimeiros da tabela classificativa. Os homens de Paulo Alexandre ocupam o quarto lugar, com 27 pontos, e no passado sábado receberam e venceram o Leça por uma bola a zero, aproveitando os desaires de Rebordosa e Lixa para ascender dois lugares na classificação. 
O Candal venceu o Varzim B por 2-1 e conseguiu afastar-se da zona de despromoção, apesar de ter apenas mais três pontos que o Padroense, primeira equipa em zona de descida. Esta vitória reveste-se de grande importância, pois caso não se tivesse verificado, a conjuntura de resultados poderia ter atirado com os candalenses para a zona de despromoção. O Serzedo não conseguiu trazer pontos de Gandra e perdeu por 2-1, ocupando o 13º posto com 16 pontos.



Classificações - Divisão de Honra


A 12ª jornada da Divisão de Honra não trouxe ainda uma vitória caseira ao Dragões Sandinenses. A equipa de José Almeida fechou o ano sem vitórias para o Campeonato, apesar de ter recuperado de uma desvantagem de dois golos. O Canidelo estreou novo treinador, Ricardo Jorge, homem que já passou pelo banco sandinense e também do Canidelo, foi o escolhido para substituir Lé Santos e não podia ter tido estreia melhor, ao receber e derrotar o Lavrense por 2-1 subindo ao nono lugar. Já o Vila Fc foi derrotado pelo Barrosas, em casa, mas com muitas queixas da equipa de arbitragem, liderada por Paulo Nunes e que deixa os gaienses na 15ª posição com 15 pontos. 
O Pedrouços voltou a empatar a duas bolas na visita ao Gondim. A equipa de Joca empatou na jornada anterior, com o Alpendorada, com o mesmo resultado e permitiu uma aproximação dos adversários. Este domingo a formação maiata teve a sorte do seu lado, uma vez que o Baião voltou a perder, na visita ao terreno do Citânia de Sanfins e o Vilarinho cedeu em Sandim, uma igualdade a duas bolas.



Classificações - 1ª Distrital Série 1


O Gulpilhares somou a primeira derrota no campeonato, ao cabo de 10 jogos consecutivos sem perder. No dérbi da 11ª jornada, frente ao Pedroso, a equipa de Manuel António superiorizou-se às 'raposas' e conseguiu um importante triunfo, levando a equipa até à quarta posição, com os mesmos pontos do terceiro classificado, o Os Lusitanos, e também a apenas dois pontos da zona de subida. 
O Crestuma empatou na recepção ao Senhora da Hora e mantém o oitavo lugar da classificação, com os mesmos pontos do Arcozelo que perdeu na deslocação ao terreno do Leverense, por 0-2, falhando assim uma aproximação aos lugares de subida. Já o Leverense, com esta vitória e aproveitando a escorregadela dos matosinhenses, subiu ao segundo lugar da tabela.
O Canelas 2010 não foi além de uma igualdade a duas bolas na visita ao terreno do São Vítor, ao passo que o Avintes empatou na recepção ao Águas Santas, mas a um golo, mantendo-se perto dos lugares de despromoção. Mesmo resultado fez o Perosinho, mas na recepção ao Mocidade Sangemil. 
O Destaque da jornada vai novamente para o São Félix, que somou a segunda vitória seguida, na recepção ao Leça do Bailo, confirmando a apetência para derrotar equipas do cimo da tabela. Este resultado tira a equipa da zona de despromoção, embora apenas ocupe a 14ª posição com 9 pontos.



Classificações - 2ª Distrital Série 1


O jogo grande da 11ª jornada da Série 1 da 2ª Distrital determinou a primeira derrota do líder, Pasteleira, na recepção ao segundo classificado, Bougadense. A equipa de São Martinho do Bougado derrotou os portuenses por 1-3, colocando assim um ponto final na invencibilidade dos homens de Afonso Martins, e encurtando a distância para a primeira posição, que é agora de cinco pontos. O Estrelas de Fânzeres continua a sua caminhada triunfal no campeonato e somou no terreno do São Romão a segunda vitória consecutiva, derrotando os anfitriões por 0-1 e mantendo o Bougadense em sentido.
Destaque ainda para a vitória do Torrão, em casa, frente ao Leões Seroa por 4-2, regressando assim aos triunfos nove jogos depois. Esta foi a primeira vitória de José Cardinal à frente dos gaienses, que apenas haviam vencido na primeira jornada. 



13 de dezembro de 2014

Futebol Feminino - Valadares regressa às vitórias ao derrotar o Vila verdense


O Valadares-Gaia derrotou o Vilaverdense, no terreno destas, por 2-4, interrompendo assim uma série de quatro jogos sem perder das atletas de Vila Verde e, também, regressando às vitórias após um período de duas derrotas seguidas das atletas gaienses. A partida foi bem disputada e os golos foram apontados por Susy, Dani Veloso e um bis de Guita.
Fernando Matos, treinador do Valadares, referiu estar contente com este reusltado, ele que assumiu o comando técnico da equipa após a saída de Mara Vieira e somou aqui a primeira vitória: "Gostei da atitude guerreira e a determinação em atingir objetivo da equipa, que era conquistar os três pontos. A adaptação as minhas ideias de jogo tem tido uma resposta extremamente positiva e o sentimento foi de dever cumprido. De ter lutado e atingido o objectivo", afirmou o técnico.
O Valadares segue assim na terceira posição, com 25 pontos, menos que as lideres, Futebol Benfica, que seguem com 29 pontos. Este domingo as gaienses recebem o A-dos-Francos e o técnico espera dificuldades mas acredita nas suas atletas: "Espero mais uma resposta positiva. Será um jogo muito complicado, mas sinto a equipa motivada, a trabalhar em todos os treinos de forma concentrada e empenhada", disse.
Raquel Pessoa é a única baixa no Valadares, uma vez que foi expulsa na última jornada. A partida será disputada no Complexo Desportivo de Valadares, amanhã, às 15h.

Rómulo devolve Oliveirenses ao topo


Local: Estádio Municipal da Lavandeira
Hora: 15h
Árbitro: Fábio Melo

Oliveira do Douro: Faria, David Santos, Rómulo, Carlos Pinto e Daniel Pinto, Gui, Careca, Fábio Rola (Luís Pereira 65') e Seidi (Nicola 73'), Rui João (Bruninho 73') e Penantes.
Treinador: Alexandre Ribeiro

Vila Meã: Fabrício, Toni, Kelvin (Pacheco 63'), Domingos (Pedro Oliveira 79') e Dany, Mesquita (Manuel Luís 79'), Tiago e Mika, Alex, Hélder Carvalho e Marinho.
Treinador: Paulo Amor

Resultado ao intervalo: 0-0
Resultado final: 1-0

Marcador: Rómulo (57')

Aos 38 anos, Rómulo é o patrão da defensiva oliveirense e ainda decide jogos
O Oliveira do Douro venceu o Vila Meã por uma bola a zero e regressou à liderança da Divisão d'Elite Pro Nacional, aproveitando da melhor forma o desaire do Rio Tinto, na deslocação ao terreno do Varzim B. Os oliveirenses atingiram também a marca de 17 jogos consecutivos sem conhecer o sabor da derrota, esta época, divididos entre a Taça Brali e o Campeonato.
A formação gaiense assumiu as despesas do jogo desde o início, mas esbarrou numa bem estruturada defensiva do Vila Meã. Depois de uma primeira parte sem golos, no segundo tempo, Rómulo concluiu da melhor forma um livre batido por Rui João, apontando o único golo da partida. Até ao final, o Vila Meã tentou responder ao resultado negativo, mas sem conseguir alterar o rumo dos acontecimentos, nem mesmo depois de Nicola, que entrou aos 73', ter sido expulso a cinco minutos do final.
Rómulo, autor do único golo da partida, falou ao blog sobre este jogo: "Foi um jogo muito bem disputado entre duas excelentes equipas, bem organizadas e dotadas tecnicamente. Acho que entramos bem no jogo e tivemos o controlo do mesmo praticamente durante os 90 minutos. Foi um jogo com poucas oportunidades de golo e, felizmente, conseguimos marcar numa bola parada e assim arrecadar os três pontos que nos permitiram voltar ao topo da tabela", disse o defesa central que, apesar de ter sido o marcador do golo da vitória e que devolve o Oliveira do Douro ao comando, não deixou de destacar o colectivo: "Dá uma satisfação extra, mas o que realmente conta é a equipa e termos conseguido os três pontos, independentemente de quem marque. De qualquer forma, e como não acontece muitas vezes, é sempre bom marcar e é motivo de orgulho para este grupo ocupar o primeiro lugar, mesmo ainda faltando muito campeonato", disse.
O Oliveira do Douro joga em Paredes este domingo e o atleta destaca as dificuldades que a sua equipa sente sempre que joga em casa deste adversário: "Nesta divisão não há jogos fáceis e o Oliveira do Douro não tem sido muito feliz nas deslocações a Paredes, mas este ano e à semelhança do que já fizemos noutros campos difíceis, esperamos conquistar os três pontos para cimentar o nosso lugar", concluiu.
O jogo é já este domingo e tem início marcado para as 15h, na Cidade Desportiva de Paredes, onde os azuis e brancos, de facto, nunca venceram em seis partidas já disputadas, divididas entre a antiga 3ª Nacional, Taça de Portugal, Taça Brali e agora a Divisão d'Elite Pro Nacional. Na última época o Paredes venceu por 2-1.

12 de dezembro de 2014

Avelino oferece os três pontos ao Dragões Sandinenses


Local: Estádio Municipal de Nogueira (Maia)
Hora: 15h
Árbitro: Paulo Pinto

Nogueirense: Vasco, Francis, João Vítor, Bonifácio e Diogo (Hugo 73'), Gil, Ricardinho (Orlando 73') e Dudu, Daigron (Káká 73'), Rafa (Jota 56') e Chaira (Pedro Costa 56').
Treinador: Jorge Silva

Dragões Sandinenses: Xavier, Armando (José Luís 68'), Rogério, Pedro Oliveira e Oliveira, João alves, Veiga (Machadinho 10'/Vitinha 66') e Hélder, Zezinho (Avelino 68'), Pedro Gabriel e Gomes.
Treinador: José Almeida

Resultado ao intervalo: 1-0
Resultado final:1-2

Marcadores: Daigron (25') para Vilar de Andorinho e Gomes (70') e Avelino (80') para o Dragões Sandinenses.

Avelino apontou um golo que valeu
três pontos aos gaienses
O Dragões Sandinenses somou a terceira vitória no campeonato, todas eles conquistadas fora de casa. A formação de José Almeida entrou bem na partida, mas um golo de Daigron ainda na primeira parte ia deitando tudo a perder. Já nos segundos 45' minutos, os gaienses foram superiores aos anfitriões e conseguiram dar a volta ao marcador, com destaque para o golo de Avelino, a dez minutos do final do jogo, a dar os três pontos aos verde-e-vermelhos.
Avelino, avançado dos gaienses, comentou o jogo para o blog: "Foi um jogo num terreno muito difícil, com uma equipa muito jovem. Entramos bem depois eles marcaram o golo, que para mim estava fora de jogo, mas não baixamos os braços e fizemos uma segunda parte de outro mundo. Fizemos o empate e depois eu fiz aos 80 minutos o golo da vitoria e merecida", atestou o atleta, que referiu ainda está mais motivado com este golo: "É muito motivante para mim. Felizmente já fiz alguns golos decisivos mas estou aprender a gostar deste clube", concluiu o atacante.
Com este resultado, o Dragões Sandinenses salta para o oitavo lugar com 16 pontos, os mesmos do Nogueirense, que está uma posição abaixo na classificação.
O Dragões Sandinenses joga em casa no próximo domingo, quando receber o Vilarinho, actual segundo classificado, às 15h.

Vila Fc cede em Lavra


Local: Complexo Desportivo de Lavra
Hora: 15h
Árbitro: José Pedro Dias

Lavrense: Toni, Dani, Fradinho, Neves e João Magalhães, Grilo, Couto e Postiga (Amílcar 77'), Káká, Ivo (Edu 58') e Pretiga (Barreira 77').
Treinador: Leandro Cunha

Vila FC: Clemente, Gustavo, Nico, Marco (Pé Duro 46') e Joel (Nuno Oliveira 85'), Miguel Neves, Fábio e Nando, Rodri, Gerson (Correia 46') e João Pedro.
Treinador: Carlos Lima

Resultado ao intervalo: 1-0
Resultado final: 2-1

Marcadores: Fradinho (18') e Barreira (86') para o Lavrense e Miguel Neves (67') para o Vila FC

Apesar do golo de Miguel Neves, o Vila FC perdeu na deslocação ao Lavrense
O Vila FC perdeu na deslocação ao terreno do Lavrense, por 2-1, não dando o melhor seguimento à vitória do passado domingo em casa, frente ao Baião, que interrompeu uma série de 15 jogos consecutivos sempre a ganhar dos baionenses.
A equipa de Carlos Lima não entrou bem na partida, permitindo ao Lavrense chegar com perigo às redes de Clemente. Fradinho acabaria por abrir o marcador, ainda na primeira parte, para os homens da casa, na sequência de uma bola parada. O Vila FC entrou melhor no segundo tempo e Miguel Neves empatou a contenda, dando ânimo aos adeptos dos gaienses que se deslocaram a Matosinhos, mas já perto do final da partida, num lance feliz, Barreira aponta o segundo golo do Lavrense e confirma a vitória.
Miguel Neves, avançado e autor do golo dos vilanovenses, comentou a partida para o A Bola é Redonda. O jogador referiu que "numa primeira parte menos conseguida, o adversário teve a felicidade de marcar numa bola parada e depois defendeu o resultado", porém, na segunda parte "arriscamos muito mais, dominamos por completo, chegamos ao empate mas, já no fim, num lance de sorte, eles fizeram o golo da vitória", situação onde o dianteiro se mostra agastado: "Foi pena pois fomos claramente superiores em grande parte do encontro", concluiu.
Com este resultado o Vila FC caiu para o 10º lugar, com 15 pontos. No próximo domingo a equipa recebe o Barrosas.

10 de dezembro de 2014

Classificações - Futebol Feminino - Campeonato Nacional


O Valadares regressou aos triunfos na visita ao terreno do Vilaverdense. As jogadoras de Fernando Matos derrotaram as atletas da casa por 2-4 e mantêm-se na perseguição ao Futebol Benfica e ao Atl. Ouriense, actuais Campeãs Nacionais. Com o firme objectivo de lutar por um lugar que dê acesso à disputa pelo título nacional, as gaienses estão a um pequeno passo de o conseguir, quando faltam apenas seis jornadas para o término da primeira fase. No próximo domingo as atletas do Valadares recebem o A-dos-Francos.



Classificações - Futebol Feminino - Campeonato Promoção - Série B


O Viseu 2001 folgou e o Sousense aproveitou da melhor forma a folga das lideres da Série B. A equipa gondomarense venceu o Vila Fc e empatou as viseenses no topo da tabela, embora com mais uma partida disputada. O Canelas 2010 perdeu uma excelente oportunidade de encurtar distâncias para o primeiro lugar, ao perder na recepção ao Murtoense por 0-2. As jogadoras do São Félix conseguiram somar pontos na visita a Fiães, onde empataram a um golo, somando assim o segundo ponto na prova. Na próxima ronda o Canelas 2010 visita o Viseu 2001, na partida mais im portante da10ª jornada.