27 de fevereiro de 2015

Canidelo recebe Dragões Sandinenses em jogo emotivo



O dérbi entre o Canidelo e o Dragões Sandinenses é já este domingo, no Parque de Jogos Manuel Marques Gomes, casa do Canidelo, e mais do que um dérbi entre duas equipas do Concelho de Gaia. 
Tudo porque do lado do Canidelo estão vários atletas que até há bem pouco tempo faziam parte do plantel sandinense, bem como o treinador canidelense Ricardo Jorge, que colocou a equipa na Divisão de Honra na época 2010/11 vencendo a Série 2 da 1ª Distrital e também o título de Campeão Distrital precisamente contra o Canidelo, vencedor da Série 1. Assim, Rui Sousa, Quinzinho, Pedrito e Pedro Abel irão defrontar a sua ex-equipa. Mas do lado do Dragões Sandinenses também existe um atleta que representou o Canidelo na última época, o avançado Pedro Gabriel.
Ricardo Jorge festejou o título de
Campeão Distrital frente ao Canidelo
Ricardo Jorge antevê uma partida bastante complicada para a sua equipa e refere que será um jogo especial: "Vai ser um jogo especial para mim. Passei dois anos especiais em Sandim. Depois de um ano de subida e de conquista do título de Campeão Distrital, seguiu-se o da manutenção na Divisão de Honra. Há vários jogadores que conheço bem, profissionais a sério, e que vão dar tudo para trazer um resultado positivo. É mais uma final no nosso caminho e será um dérbi entre duas boas equipas", disse o técnico.
Rui Sousa, defesa central que representou o Dragões Sandinenses durante as últimas cinco temporadas, afirma também que será um jogo com cariz especial: "Não vou mentir, vai ser um jogo especial pra mim, pois foram cinco anos ligado a um clube que gosto bastante" disse, mas isso não lhe vai toldar o profissionalismo: "No entanto, não me posso esquecer que agora estou do outro lado. Vou defender as cores do Canidelo como se la jogasse desde pequenino", afirmou. 
Depois de cinco épocas em Sandim
Rui Sousa veste agora a camisola
do Canidelo
Apesar do jogo ser em Canidelo, a massa adepta do Dragões Sandinenses é fiel e, por isso, espera-se bastantes adeptos no estádio. Rui Sousa espera que a massa adepta contrária o trate bem: "Sinceramente espero que sim pois durante os cinco anos que la estive dei sempre o meu melhor", concluiu.
Do lado do Dragões Sandinenses, Avelino, que esteve em destaque na última partida ao marcar e assistir Rogério para o golo da primeira vitória em casa, espera uma partida difícil mas acredita na conquista dos três pontos: "Espero um jogo bastante difícil, com uma equipa que se reforçou muito e com muita qualidade. Mas nós também temos as nossas armas e vamos lá para trazer pontos. Sabemos que vamos defrontar a melhor equipa do momento", concluiu.
A partida está agendada para as 15h deste domingo.

Serzedo vence Oliveira do Douro nos descontos


Local: Estádio Municipal da Lavandeira
Hora: 15h
Árbitro: Fábio Melo

Oliveira do Douro: Faria, David Santos, Pereira, Carlos Pinto e Daniel Pinto, Gui (João Magalhães 80'), Careca (Penantes 46') e Bruninho, Fábio Rola, Ivandro e Napoleão (Rui João 55').
Treinador: Manuel Pinheiro

Serzedo: Filipe, Pacheco, Luís, Joel Sousa e Joãozinho, Óscar Beirão, Zé d'Angola e Barbosa (Tiago Santos 90'), Braga (João Reis 81'), Joel Oliveira e Bruno Faria.
Treinador: Óscar Rodrigues

Resultado ao intervalo: 0-1
Resultado final: 1-2

Marcadores: Braga (20') e Luís (95') para o Serzedo e Penantes (92') para o Oliveira do Douro.

O Oliveira do Douro somou a quarta derrota consecutiva para o campeonato, a segunda desde que Manuel Pinheiro assumiu a liderança técnica da equipa azul e branca.
Em partida a contar para a 24ª jornada da Divisão d'Elite Pro Nacional, os oliveirenses receberam o Serzedo e acabaram derrotados por 1-2. Os jogos do Oliveira do Douro levam à risca o lema 'o jogo só termina quando o árbitro apita', visto que nas últimas partidas tem havido sempre golos para lá do minuto 90: Foi assim na vitória sobre o Perafita e depois nas derrotas com o Varzim B e agora com o Serzedo.
O Oliveira do Douro até entrou bem, mas foi o Serzedo o primeiro a marcar, aos 20', por intermédio de Braga, no seguimento de um lançamento de linha lateral. O Oliveira do Douro tentou dar a volta ao marcador, mas acabou por apenas conseguir empatar já no período de compensação, com um golo apontado por Penantes. Porém, as coisas não ficaram por aqui e já no último minuto dessa mesma compensação Luís correspondeu ao primeiro poste, na marcação de um canto, fazendo o segundo golo para o Serzedo e dando os três pontos à sua equipa.
Bruninho, centrocampista do Oliveira do Douro, abordou o jogo para o blog referindo que a sua equipa cometeu erros que custaram caro: "Foi um jogo em que até entramos bem nos primeiros minutos, mas depois cometemos alguns erros que não podemos cometer. Isso intranquilizou a equipa e acabamos por sofrer dois golos de bola parada", disse o médio. O Oliveira do Douro somou a quarta derrota seguida, mas o atleta acredita que a equipa vai dar a volta por cima: "É verdade que estamos a passar uma fase menos boa, mas também é verdade que juntos tudo vamos fazer para voltar o mais rapidamente possível as vitórias", disse.
Já do lado do Serzedo Joãozinho, defesa esquerdo, referiu que a sua equipa entrou a pressionar o adversário e depois do golo cedo, conseguiram gerir as operações: "Entramos no jogo a pressionar alto e conseguimos criar algumas dificuldades ao Oliveira do Douro. Acabamos por fazer um golo relativamente cedo através de um lançamento na área e isso permitiu-nos gerir melhor o jogo. Na segunda parte, mesmo com o Oliveira do Douro a tomar a iniciativa do jogo, nunca perdemos o controlo", disse o defesa. 
Com este resultado o Oliveira do Douro caiu na tabela classificativa. A equipa azul e branca é agora sexta classificada, com 40 pontos, menos nove que o líder São Martinho, com quem joga uma partida crucial na luta pela subida no próximo domingo. Já o Serzedo conseguiu uma importante vitória na luta pela fuga aos lugares de despromoção, ocupando agora a 14ª posição com 27 pontos. No próximo domingo recebe o Lixa.

Cinco expulsões na vitória do Crestuma sobre o Leverense



Local: Complexo Desportivo de Avintes
Hora: 15h
Árbitro: Valter Gouveia

Crestuma: Paulo, Samuel, Lola, João, César, Pedro, Eduardo (Jorge 46'), Lázaro, Sérgio, Bruno (Campos 65/Diogo 90') e Barros.
Treinador: Vítor Moreira

Leverense: Telmo, Hermes, Paulo Sérgio, Leandro (Pedro 70') e Tiago (Adriano 30'), Miguel, Barbosa e Bruno, Mota (Diogo 50'), Carlos e João Pinho.
Treinador: Eduardo Paixão

Resultado ao intervalo: 2-0
Resultado final: 2-0

Marcadores: Lola (20') e Pedro (23' de g.p.)

Jogo bem disputado terminou com vitória do Crestuma e cinco expulsões

O Crestuma venceu o dérbi com o Leverense, um dos mais apaixonantes dérbis do Concelho de Gaia, por duas bolas a zero, em partida da 20ª jornada da Série 1 da 1ª Distrital da AF Porto. 
A partida, que teve que ser desviada para o Complexo Desportivo de Avintes em virtude do Centro de Estágios Olival/Crestuma, que habitualmente recebe os jogos do Crestuma, ter recebido uma partida do FC Porto B, começou da melhor forma para os crestumenses, que ainda antes da meia hora se viram a vencer por duas bolas a zero, com golos praticamente seguidos, apontados por Lola e Pedro, este de grande penalidade. Ainda antes do intervalo, começou o festival de expulsões, com Sérgio a ver o primeiro vermelho aos 36', deixando o Crestuma a jogar com 10. Poucos momentos depois, foi a vez de Barros (Crestuma) e Hermes (Leverense), receberem ordem de expulsão. Com apenas nove atletas contra dez, a segunda parte foi mais calculista, mas com o Crestuma a conseguir controlar a vantagem que tinha adquirido. Aos 65' Jorge viu a cartolina encarnada, ficando o Crestuma a jogar com oito atletas e já em período de compensação foi a vez de Adriano, do Leverense, receber o cartão vermelho, numa partida onde os treinadores foram unânimes ao questionar a amostragem de tantos cartões: "Deveu-se ao descontrolo do árbitro da partida. Por incrível que pareça os atletas do Crestuma e do Leverense tiveram um comportamento normal para um jogo destes", disse Vítor Moreira, treinador do Crestuma. Já Eduardo Paixão afirmou que "não expulsava nenhum. Foram lances normais, onde penso que houve até algum rigor do árbitro"
Quanto ao jogo em si, o treinador do Crestuma referiu que "os meus atletas foram fantásticos. Entramos bem chegamos aos 2-0 e depois um critério, digamos, estranho condicionou o jogo. Aos 36 minutos fiquei com nove e a 15 minutos do fim com oito. Isto limitou, e de que maneira, a nossa forma de jogar"
Já Eduardo Paixão reconhece que a sua equipa não esteve ao seu melhor nível: "Não foi um bom jogo. Entramos receosos e nervosos. Penso até que fizemos o pior jogo da época. Sofremos um primeiro golo que não prevíamos e logo de seguida o segundo, o que acabou connosco. A equipa é jovem e inexperiente e não conseguiu dar a volta por cima", disse o técnico.
Com este resultado o Crestuma ocupa o sexto lugar da tabela classificativa, com 32 pontos. Já o Leverense atrasou-se na luta pela segunda posição, embora seja quinto classificado com 35 pontos, menos dois que o Canelas 2010.
No próximo domingo o Crestuma desloca-se ao terreno do São Vítor. Já o Leverense recebe o Os Lusitanos.

26 de fevereiro de 2015

António Pereira deixa o comando técnico do Gulpilhares

António Pereira já não é o treinador do Gulpilhares. A notícia chegou à redacção do blog e foi confirmada pelo presidente do clube gaiense, Rui Silva, que anunciou também o nome do novo técnico: "Confirma-se a saída da anterior equipa técnica. As pessoas colocaram o lugar à disposição e não havia mais nada a fazer. Arranja-se outros treinadores...", disse o presidente, que confirmou Ernesto Faria como novo treinador: "O novo técnico é o Ernesto Faria", afirmou.
Relativamente às razões que levaram António Pereira a colocar o lugar à disposição, Rui Silva referiu apenas que eram assuntos do foro interno do clube: "Os motivos são assuntos do foro interno do clube e dentro do clube que se tratam" disse.
António Pereira deixa o Gulpilhares a dez jornadas do final do campeonato da 1ª Distrital, liderando a Série 1 com 45 pontos estando próximo de alcançar o regresso à Divisão de Honra da AF Porto, grande objectivo das 'raposas' para este campeonato. No último domingo os gaienses empataram sem golo com o Mocidade Sangemil e no próximo domingo visitam o Leça do Balio, numa partida que poderá definir o futuro dos matosinhenses na luta pela subida de divisão.

Canidelo vence em Custóias e aproxima-se dos lugares de subida


Local: Complexo Desportivo de Custóias
Hora: 15h
Árbitro: Pedro Barbosa

Custóias: Figueiras, Cerjo, Bruno Cruz (Pedro 88'), Flávio e Fifas, Santa Cruz, Sérgio e Bruno Teixeira (Ivo 62'), Alan, Zé Martins e Ricardo.
Treinador: Mário Rui

Canidelo: Lima, Hélder, Rui Sousa, Zé Ferreira e Dani, André, Ricardo e Nuno (André Santos 86'), Joel. Medeiros (Pedro Abel 86') e Rascão (Campota 82').
Treinador: Ricardo Jorge

Resultado ao intervalo: 0-1
Resultado final: 1-3

Marcadores: Nuno (7'), André (50') e Ricardo (54') para o Canidelo e Zé Martins (92') para o Canidelo

O Canidelo venceu o Custóias por 1-3 em partida da 21ª jornada da Divisão de Honra da AF Porto. Os comandados de Ricardo Jorge fizeram uma partida em bom nível alcançando os três pontos com inteira naturalidade, perante um Custóias que nunca baixou os braços mas que foi incapaz de travar o futebol dos gaienses.
Ricardo Jorge, treinador da equipa, referiu que os seus jogadores tiveram uma boa atitude perante um adversário de qualidade: "Foi um jogo bem conseguido por parte dos meus jogadores. Entramos fortes, contra uma boa equipa, fizemos o primeiro golo e na primeira parte o Custóias praticamente não chegou à nossa baliza. Ao intervalo adverti os meus jogadores para o facto do Custóias ter bons jogadores e poderem alterar o rumo do jogo. Felizmente eles perceberam a mensagem e tiveram a mesma atitude na segunda parte, o que nos permitiu alcançar um resultado que não sofre contestação", disse o técnico.
Este resultado coloca o Canidelo na quinta posição, a três pontos do segundo classificado, o Barrosas. Porém, os gaienses não se assumem como candidatos à luta pela subida, antes "candidatos a lutar pelos três pontos em todas as partidas", como afirmou Ricardo Jorge.
O Canidelo recebe o Dragões Sandinenses no próximo domingo, em partida agendada para as 15h.

Gulpilhares empata sem golos frente ao Mocidade Sangemil


Local: Complexo Desportivo de Gulpilhares
Hora: 15h
Árbitro: Bruno Ferreira

Gulpilhares: Faria, Fábio Duarte, Valente, Maté e Leandro (Lacerda 80'), Diogo, Tiago (Batata 46') e Cambiasso, Gerson (Alvarenga 46'), Pedro Gil e Nuno Velha.
Treinador: António Pereira

Mocidade Sangemil: Ricardo, João, Dias, Bruno e China, Renato, Hélder Freitas (Latas 75') e Pires, César, André (Tozé 75') e Márcio Ferreira.
Treinador: Hugo Pancho

Resultado ao intervalo: 0-0
Resultado final: 0-0

O Gulpilhares empatou sem golos na recepção ao Mocidade Sangemil, em partida da 20ª jornada da Série 1 da 1ª Distrital.
Após 45 minutos onde o Gulpilhares não esteve ao seu melhor nível, na segunda parte as coisas modificaram-se e o jogo poderia ter tido outro resultado. Porém, nenhuma das equipas conseguiu ter arte e engenho para bater o guarda-redes contrário, registando-se assim o nulo no final dos 90'.
António Pereira, treinador do Gulpilhares, refere que a sua equipa não esteve em bom plano na primeira parte desta partida: "Foi um jogo em que entramos um pouco apáticos nos primeiros 45 minutos, ao contrário do que temos vindo a fazer. No entanto, depois de acertar algumas situações menos positivas ao intervalo, entramos fortes e por manifesta infelicidade não conseguimos materializar em golos as inúmeras oportunidades que criamos", disse o técnico.
Apesar do empate o Gulpilhares mantém-se confortável na liderança da tabela classificativa, dispondo de oito pontos de vantagem sobre o Canelas 2010, segundo classificado e nove sobre o Pedroso e Leça do Balio, terceiros classificados com os mesmos 36 pontos. O próximo adversário das 'raposas' é precisamente o conjunto matosinhense, treinados por Mário Heitor.

25 de fevereiro de 2015

Canelas 2010 regressa ao segundo lugar


Local: Estádio do Canelas
Hora: 15h
Árbitro: Pedro Paula

Canelas 2010: Chibante, Fábio, Filipe, Bobó e Isaac, Tiago, João Pereira I e Mesquita (Cris 60'), Fernando Madureira, João Pereira II (Rola 75') e Santos.
Treinador: Nuno Sousa

Águas Santas: Barbosa, Pontes, Paulo, Chumbo e Ricky (Quinzinho 72'), Jorge (Ruizinho 72'), Leitão (Brito 60') e Valkírio, Espinho, Simba e Fonseca.
Treinador: Milton Ribeiro

Resultado ao intervalo: 1-1
Resultado final: 2-1

Marcadores: Simba (30') para o Águas Santas e João Pereira I (40') e Bobó (70') para o Canelas 2010

O Canelas 2010 regressou às vitórias depois da derrota do passado domingo, em Arcozelo, ao receber e vencer o aflito Águas Santas por duas bolas a uma.
A formação de Milton Ribeiro ainda se adiantou no marcador, à passagem da meia hora, com um golo de Simba, mas ainda antes do intervalo João Pereira I reestabeleceu o empate. Já no segundo tempo, aos 70', Bobó acabou por sentenciar a partida e colocar os gaienses de novo nos lugares que dão acesso à subida de divisão, aproveitando da melhor forma os deslizes de Leça do Balio e Leverense.
Nuno Sousa, treinador dos azuis e brancos, destacou a postura do adversário que complicou a vida aos gaienses que, admite o técnico, não estiveram no seu melhor: "Foi um jogo muito complicado pois defrontamos uma equipa muito aguerrida e que nos colocou muitas dificuldades durante toda a partida. A juntar a isso também não estivemos ao nível que é normal, principalmente em casa onde somos muito fortes. Nunca conseguimos impor e jogar o nosso futebol, pelo contrário, entramos muito no futebol directo e com isso complicamos a nossa estratégia", disse o técnico.
Com este resultado, o Canelas 2010 é então segundo classificado, com 37 pontos, mais um que o Pedroso e o Leça do Balio e mais dois que o Leverense. No próximo domingo a formação gaiense visita o Mocidade Sangemil.

Um ano depois o Dragões Sandinenses volta a vencer em casa para o campeonato


O Dragões Sandinenses recebeu e derrotou o Vila Fc, em partida da 21ª jornada da Divisão de Honra da AF Porto. Num dérbi bastante intenso, os homens de José Almeida entraram a vencer com Avelino a inaugurar o marcador logo aos quatro minutos de jogo. O Vila Fc respondeu e à passagem da meia hora chegou ao empate. Nando bateu um livre que proporcionou a Xavier uma boa defesa e na insistência um defesa da casa toca com a mão na bola. Grande penalidade assinalada e Tiago Campota não desperdiçou. O intervalo chegou com o 1-1 no marcador, mas já no segundo tempo, à passagem do minuto 69', Rogério deu nova vantagem ao Dragões Sandinenses, depois de assistido por Avelino, que esteve em bom plano nesta partida. O resultado não sofreu alterações até ao apito final, com os jogadores da casa a festejarem o primeiro triunfo caseiro deste campeonato. 
Avelino, atleta sandinense em destaque nesta partida, referiu que a sua equipa esteve em bom plano e que a vitória é justa: "Foi um jogo muito bem disputado, com as duas equipas a quererem ganhar, mas nós começamos logo com um golo meu, depois tivemos mais dois lances em que podíamos marcar. Como quem não marca sofre, eles fizeram o empate de grande penalidade. Na segunda parte fomos para cima deles e num livre directo ofereço o golo ao Rogério. Depois baixamos as linhas mas ganhamos com justiça", disse o avançado.
Xavier, a par de Avelino, esteve em
destaque no dérbi.
Foto: Paulo Cardoso Fotografia
Já do lado do Vila Fc, Nando, defesa central que esteve na origem do lance que culminou com a grande penalidade que deu o golo do empate, referiu que a sua equipa foi superior ao adversário e queixa-se um pouco do trabalho do árbitro: "Foi um jogo bem disputado em que fomos superiores mas não conseguimos a vitória. Tivemos dois erros e sofremos dois golos. Já do outro lado esteve um guarda-redes em dia sim e que nos impediu de trazer outro resultado. Já para não falar do árbitro auxiliar do lado do banco do Sandinenses que, sempre que passávamos o meio campo, marcava fora de jogo. Mas é futebol", confessou o atleta. 
Este resultado permitiu ao Dragões Sandinenses festejar a primeira vitória em casa em partidas do Campeonato. Desde o início da época 2014/15, os homens de José Almeida empataram em sete ocasiões e perderam por duas vezes no Tourão. As únicas vitórias caseiras, para além desta, registaram-se frente ao Foz e Infesta, mas para a Taça Brali. A última vez que os Dragões Sandinenses venceram em casa para o Campeonato, ocorreu precisamente há um ano atrás, também em partida da 21ª jornada da Divisão de Honra, frente ao Leverense. Nesse dia 23 de Fevereiro de 2014 a estreia de Sérgio Espírito Santo no Estádio do Tourão correu de feição aos sandinenses que venceram o dérbi por 3-1, depois da derrota na ronda anterior no terreno do Citânia de Sanfins já com o novo técnico ao leme da equipa. 
Com este resultado o Dragões Sandinenses ocupa o nono lugar com 27 pontos. Já o Vila Fc caiu para 11º posto com 25. No próximo domingo há dérbi para o Sandinenses, já que visita o Canidelo. O Vila Fc recebe o aflito Alpendorada.

23 de fevereiro de 2015

Classificações - Futebol Feminino - Campeonato Promoção Série B


Tarde de goleadas na 17ª jornada da Série B do Campeonato Promoção de futebol feminino. O resultado mais expressívo teve lugar em Aveiro, na Murtosa, com o Murtoense a vencer o São Félix por 15-1 (!). O Viseu 2001 também goleou e já ultrapassou a barreira dos 100 golos, ao derrotar o Eirolense por 9-0, colocando a nú o desnível deste campeonato. O Vila Fc foi derrotado na deslocação ao terreno do União Ferreirense por uma bola a zero eo Canelas 2010 bateu o Seia por 3-0. O Sousense continua na perseguição às viseenses, ao conseguir derrotar o Fiães por 1-2. 



Classificações - Campeonato Nacional de Seniores - Fase Subida


Na Fase Subida os principais candidatos perfilam-se no primeiros lugares. Famalicão e Varzim venceram os seus jogos e apenas a diferença de golos dá vantagem aos famalicenses, que lideram a tabela. Este domingo os azuis derrotaram o Sousense por duas bolas a zero, com a formação de Filipe Cândido a sofrer a segunda derrota seguida, depois de ter perdido na ronda inaugural com o Varzim por 3-2. O Salgueiros 08 recebeu e venceu o Lusitano de Vildemoinhos por 2-1 e ocupa o terceiro lugar com quatro pontos. A equipa de Paulo Gomes empatou na primeira jornada com o Cesarense e atrasou-se na corrida pela primeira posição, apesar de não ser esse o principal objectivo dos portuenses. Destaque para a segunda derrota consecutiva do Mirandela, treinado por Rui Amorim, ex-treinador do Canidelo. Os transmontanos eram apontados como um dos principais candidato à subida, a par de Famalicão e Varzim, mas ainda não justificaram esse estatuto. 



Classificações - Campeonato Nacional de Seniores - Fase Manutenção


O Coimbrões recebeu e goleou o Sobrado por 6-0, em partida da segunda ronda da Fase Manutenção do Campeonato Nacional de Seniores. A equipa gaiense respondeu assim da melhor forma à derrota da jornada passada, frente ao Pedras rubras, inflingindo aos valonguenses a derrota mais pesada da época. Desde que José Augusto tomou conta da equipa, pouco antes do arranque desta fase, o Sobrado ainda não venceu, já sofreu sete golos e ainda não marcou nenhum, estando muito próximo da zona do playoff. Esta fase é liderada pelo Cinfães, que recebeu e empatou a duas bolas com o Lusitânia de Lourosa, próximo adversário do Coimbrões.



Classificações - Divisão d'Elite Pro Nacional


O São Martinho começa a ganhar vantagem sobre a concorrência na luta pela subida ao Campeonato Nacional de Seniores. A formação de Jorge Regadas visitou e venceu o Grijó por 1-2 e beneficiou das derrotas de Rio Tinto e Valadares para aumentar a vantagem sobre estes adversários. O Rio Tinto foi goleado na deslocação ao Candal por 4-1 ao passo que o Valadares perdeu em casa com o Rebordosa, no sábado, por uma bola a zero. Em sentido descendente está o Oliveira do Douro. A equipa azul e branca somou a quarta derrota consecutiva para o campeonato, a sexta nas últimas oito partidas, e caiu para o sexto lugar com 40 pontos, os mesmos do Varzim B. Esta foi a segunda derrota de Manuel Pinheiro à frente dos oliveirenses, ele que também ainda não ganhou para o campeonato, já que este domingo o dérbi sorriu ao serzedo, que venceu no Municipal da Lavandeira por 1-2, afastando-se assim da zona de despromoção. 



Classificações - Divisão de Honra


O Pedrouços voltou ao topo da classificação da Divisão de Honra da AF Porto. No jogo grande da jornada 21, os maiatos receberam e bateram o Baião por 3-1 voltando assim a liderar a classificação e beneficiando também da pena de derrota aplicada aos baionenses na secretaria, referente à partida frente ao Alfenense para a sétima jornada do campeonato, devido à utilização indevida de um atleta. O Baião caiu assim para o quarto posto, com 37 pontos, ultrapassado por Vilarinho e Barrosas. 
O Dragões Sandinenses venceu pela primeira vez em casa esta temporada e logo no dérbi com o Vila Fc. Numa partida bastante disputada, a vitória sorriu aos sandinenses que, para além de ascenderem ao nono lugar, quebram a malapata caseira que se verificava desde a época passada. Recorde-se que a última vitória caseira dos Dragões Sandinenses, para o campeonato, ocorreu precisamente há um ano atrás, no dia 23 de Fevereiro de 2014, no dérbi frente ao Leverense que os dragões venceram por 3-1, curiosamente em jogo da 21ª jornada desse campeonato. 
O Canidelo continua a fazer um excelente campeonato e a tentar alcançar os lugares de topo da tabela classificativa. Este domingo os comandados de Ricardo Jorge visitaram o Custóias e venceram por 1-3, ocupando a quinta posição com 36 pontos, apenas menos três que o segundo classificado, o Barrosas.



Classificações - 1ª Distrital Série 1


Está animada a luta pelo segundo lugar, que poderá dar subida de divisão, na Série 1 da 1ª Distrital. Com o Gulpilhares confortavelmente no primeiro posto, há quatro equipas numa luta acérrima pelo segundo posto: Canelas 2010, Pedroso, Leça do Balio e Leverense, e ainda o Castêlo da Maia e o Crestuma, com um olho neste lugar. O empate do Gulpilhares, em casa, frente ao Mocidade Sangemil não foi aproveitado pelo Leça do Balio, que perdeu no dérbi matosinhense com o Senhora da Hora, por 3-2, num dos resultados mais surpreendentes desta 20ª ronda. O Canelas 2010 não desperdiçou a hipótese de regressar ao segundo posto e bateu o Águas Santas por 2-0, beneficiando também da derrota do Leverense no dérbi com o Crestuma, por 2-0, com os homens de Vítor Moreira a conseguirem um triunfo épico, uma vez que terminaram a partida com oito elementos em campo. O Pedroso recebeu e venceu no sábado o São Vítor por 2-1 e mantém-se na luta por um lugar que possa dar a subida à Divisão de Honra.
O Arcozelo foi surpreendido pelo São Félix, em casa, perdendo por 1-3 e o Avintes regressou às vitórias ao golear o Os Lusitanos por 3-5. Já o Perosinho não conseguiu dar sequência à excelente vitória do passado domingo sbre o Os Lusitanos e perdeu na deslocação ao Castêlo da Maia por 3-1, estando acima da linha de água. 



Classificações - 2ª Distrital Série 1


Na 20ª jornada da Série 1 da 2ª Distrital o factor casa foi fundamental. Apenas duas equipas conseguiram pontuar fora de portas, o Zebreirense que derrotou o Roriz por 0-1 e o M. Gomes Costa que empatou com o Est. Fânzeres a uma bola. Todos os outros encontros terminaram com vitória caseira, com destaque para o 5-0 do Desp. Portugal ao São Romão e a vitória do Bougadense por 4-1 sobre o Penamaior, aproveitando a derrota do Monte Córdova na deslocação ao terreno do Sp. Cruz, para cimentar a segunda posição, dispondo agora de mais oito pontos que o conjunto de Santo Tirso. O Torrão não conseguiu contrariar o poderio do Pasteleira e perdeu com os portuenses por duas bolas a zero. A equipa de Afonso Martins continua em bom plano e tem subida muito próxima de ficar garantida.



9 de fevereiro de 2015

Alexandre Ribeiro foi dispensado do Oliveira do Douro

Quatro derrotas em 26 jogos oficiais não foram suficientes para Alexandre Ribeiro continuar ao comando o Oliveira do Douro
Alexandre Ribeiro, treinador que estava ao serviço do Oliveira do Douro, foi dispensado por João Paulo Correia, presidente dos gaienses, após a derrota deste domingo em casa frente ao Varzim B, por 1-2. 
A equipa oliveirense perdeu uma excelente oportunidade de voltar à liderança da classificação, já que o são Martinho foi derrotado na visita ao Valadares, por 3-0. Os resultados menos positivos dos últimos tempos foram o motivo da dispensa, conforme disse o técnico ao 'A Bola é Redonda': "A Direcção informou-me que o motivo pela minha saída eram os resultados"
Alexandre Ribeiro iniciou a época nos azuis e brancos fazendo um percurso notável, registando apenas quatro derrotas em 26 partidas oficiais. Sem o objectivo declarado da subida de divisão, a equipa estava dentro do que havia sido pedido pela direcção: "Sei que saio do Oliveira do Douro com o sentimento de que estava dentro dos objetivos que me foram propostos. Perdi quatro vezes em 26 jogos oficiais, continuamos na Taça Brali e estamos a três pontos do primeiro classificado, embora o nosso objetivo não passa-se por sermos campeões", disse o técnico, que apesar de tudo refere que no futebol nada é justo ou injusto: "O futebol nem sempre se trata do que é ou não é justo. A justificação que me foi dada, e a única que tenho, é que não estavam satisfeitos com estes resultados", revelou.
O técnico está agora disponível para novos projectos, moralizado também pelos resultados que alcançou ao leme do Oliveira do Douro: "Depois deste projeto, no qual com um orçamento bem mais reduzido do que várias equipas que militam nesta divisão, ter atingido resultados bastante positivos em termos classificativos, mostra-me que estou no caminho certo da minha carreira como treinador. Como tal espero que apareça algum projeto ambicioso", afirmou.
Sobre o jogo frente ao Varzim B, que ditou a quarta derrota no Campeonato, Alexandre Ribeiro refere a falta de eficácia como motivo para o desaire: "Quem viu o jogo acho que concordará quando digo que faltou sermos mais eficazes que o Varzim. Criamos mais oportunidades de golo, tivemos mais posse, e quando falo de posse falo de ter a bola no meio campo ofensivo, mas não conseguimos fazer mais golos do que o Varzim, que fez dois golos em dois contra-ataques", concluiu.
Esta decisão caiu de surpresa no plantel. Bruninho, um dos capitães de equipa, mostrou-se surpreendido: "Foi uma surpresa para nós. Não estávamos a espera nem preparados para isso", disse o médio. 
Alexandre Ribeiro deixa o Oliveira do Douro na quarta posição, com 40 pontos, menos três que os lideres Valadares e São Martinho. A equipa atravessava uma fase menos boa no campeonato, que começou perto do final da primeira volta e que se alastrou ao início da segunda. Depois de 16 partidas consecutivas sem perder, o Valadares interrompeu essa série, impondo a primeira derrota da época aos azuis e brancos. Seguiram-se mais cinco jornadas, onde o Oliveira do Douro apenas venceu uma vez, somando mais três derrotas e um empate. 
Durante a próxima semana deverá ser conhecido o nome do novo treinador.

Classificações - Divisão d'Elite Pro Nacional


Está a ferro e fogo a frente da tabela na Divisão d'Elite Pro nacional. No jogo grande da jornada, o São Martinho visitou o Valadares e saiu vergado ao peso de uma derrota por 3-0, que colocou os gaienses na liderança da tabela classificativa, com os mesmos pontos do conjunto de Santo Tirso. O Valadares beneficiou ainda da derrota do Rio Tinto, em casa, frente ao Aliança Gandra e também da derrota do Oliveira do Dou em casa, frente ao Varzim B, por 1-2, que custou também o lugar a Alexandre Ribeiro, dispensado pela direcção oliveirense no final da partida.
No resto da jornada, o Grijó foi surpreendido em casa pelo São Pedro da Cova que venceu por 0-1 colocando um ponto final numa série de três vitórias consecutivas dos gaienses. O Serzedo venceu o Leça, no terreno destes, por 1-3. Os leceiros não vencem há seis jornadas e Óscar Nogueira ainda não conseguiu alterar o rumo da equipa matosinhense, somando a terceira derrota em outros tantos jogos à frente da equipa. O Candal também foi derrotado pelo Padroense, por 0-1, na estreia de Augusto Mata como treinador da equipa do Padrão da Légua.



Classificações - Divisão de Honra


A Divisão de Honra da AF Porto continua emotiva e competitiva na frente da tabela classificativa. Depois de três derrotas seguidas e consecuente queda da liderança, o Pedrouços regressou às vitórias ao receber e bater o Infesta por 3-0. A equipa maiata continua na perseguição ao Baião, que derrotou o Maia Lidador e deverá ter afastado as ambições de subida desta equipa, também do concelho da Maia, e do Barrosas que venceu também na Maia, mas o Nogueirense, por 1-2, equipa com a qual divide a segunda posição da tabela classificativa. 
O Canidelo foi surpreendido na deslocação ao terreno do Citânia de Sanfins onde perdeu por 2-1, sendo ultrapassado por Gondim e Vilarinho. O Dragões Sandinenses continua sem vencer em casa. A equipa recebeu o Gondim e acabou derrotada por uma bola a zero, caindo também para 11º posto com 24 pontos. O Vila Fc não foi além de um empate na visita ao Foz, a dois golos, mantendo ainda assim, o nono lugar agora com 25 pontos.



Classificações - 1ª Distrital Série 1


O Pedroso interrompeu a série vitoriosa do Avintes, que ia já em cinco jogos consecutivos, ao derrotar os comandados de Miguel Rapinha por uma a bola a zero, mantendo-se assim na perseguição ao Canelas 2010, na luta pela segunda posição da tabela classificativa. Os homens de Manuel António estão a fazer um campeonato de grande nível e estão apenas a um ponto dos canelenses. O Gulpilhares regressou às vitórias no dérbi com o Arcozelo. A equipa de António Pereira venceu por 2-1 e manteve os sete pontos de avanço para o segundo lugar. Já o Arcozelo é 11º classificado com 24 pontos. O Canelas 2010 recebeu e venceu o São Félix por 3-0, mantendo-se firme no objectivo de lutar por um lugar que dê acesso à subida de divisão. Já o Crestuma também venceu o dérbi frente ao Perosinho, por 3-0 , colocando a equipa de Alexandre Coutinho em zona perigosa, até porque o Águas Santas venceu o Senhora da Hora e está apenas a um ponto dos gaienses. No sábado o Leverense regressou às vitórias, depois de duas derrotas consecutivas, ao vencer o São Vítor por 0-2, mantendo-se também na luta pelo segundo lugar.



Classificações - 2ª Distrital Série 1


Na Série 1 da 2ª Distrital as coisas mantêm-se inalteráveis na frente da tabela. O Pasteleira continua a liderar e aumentou a vantagem para pontual para os mais directos adversários, já que aproveitou os empates de Bougadense, Est. Fânzeres, Monte Córdova e Desp. Portugal, que jogaram entre si, vencendo o Zebreirense por 3-2. Os portuenses, treinados por Afonso Martins, dispõem agora de nove e 11 pontos de vantagem para o segundo e terceiro classificado, respectivamente. O Bougadense empatou a um golo com o Est. Fânzeres e manteve o segundo lugar da tabela, já que o Monte Córdova alcançou o mesmo resultado na deslocação ao terreno do Desp. Portugal. O Torrão empatou sem golos na deslocação ao terreno do São Romão e mantém-se no 12º lugar, agora com 21 pontos.