24 de maio de 2013

Possiveis mudanças nos Campeonatos da AF Porto

A A.F. Porto irá realizar no próximo dia 31 de Maio uma Assembleia Geral com vista à alteração da composição das divisões distritais na próxima temporada. Esta assembleia geral está a gerar alguma celeuma, uma vez que as alterações que serão propostas a votação, irão alterar em grande escala a composição da Divisão d'Elite Pro-Nacional bem como da Divisão de Honra.
Relembrando um pouco aquilo que foi decidido e aprovado em Assembleia Geral no passado dia 9 de Julho de 2012, todas as divisões dos campeonatos distritais da AF Porto passarão a comportar 16 clubes, no caso da 1ª Distrital, serão 32 clubes divididos por duas séries e a 2ª Distrital será constituida mediante os clubes inscritos para nela participarem.
Relativamente à Divisão d'Elite Pro-Nacional, esta foi criada com o intuito de albergar os clubes que descessem da 2ª Nacional, que passará a chamar-se Campeonato Nacional de Séniores, bem como os clubes da 3ª Nacional que não garantissem a subida de divisão, já que esta será extinta no final da presente época, desde que pertencessem à A.F. Porto.
Assim, no regulamento aprovado em Assembleia Geral, ficou acordado no ponto 115.01 e nas suas alineas, que os clubes que iriam fazer parte da Divisão d'Élite Pro Nacional seriam os dois últimos classificados da 2ª Nacional, os clubes da 3ª Divisão que disputando a Fase Subida não conseguissem alcançar a respectiva promoção, mais os clubes da Fase Descida que se classificassem nos dois primeiros lugares dessa série, bem como os clubes da Divisão de Honra necessários para que a divisão completasse os 16 clubes necessários.
Nesse sentido, o A Bola é Redonda criou um cenário de como ficaria esta divisão com estes pressupostos, numa altura em que a 2ª Nacional já terminou assim como a Divisão de Honra, e na 3ª Nacional as coisas estão praticamente asseguradas:


A imagem acima representa a constitução da Divisão d'Elite Pro Nacional com os regulamentos vigentes, aprovados a 9 de Julho de 2012, antes do início das provas da A.F. Porto. Há ainda algumas condicionantes a ter em conta, já que o Lousada e o Perafita entram nesta divisão à condição, uma vez que o Lousada ainda luta por subir ao Campeonato Nacional de Séniores, apesar de neste momento ser o pior terceiro classificado e, por isso, corre o risco de integrar esta divisão, assim como o Perafita, segundo classificado da Divisão de Honra, que ainda poderá subir ao Campeonato Nacional de Séniores, à semelhança do que tem acontecido nos últimos anos, caso surja alguma desitência de algum clube. Nesse sentido seriam abertas as vagas necessárias para que a divisão completasse 16 clubes, com o São Martinho e o Barrosas.
Para a Divisão de Honra, ficou aprovado no ponto 118.01 e alineas, que desceriam os clubes classificados nos quatro últimos lugares da Fase Descida, desde que pertencentes à AF Porto, a inclusão de equipas B numa máximo de cinco, de clubes que viessem a participar no Campeonato Nacional de Séniores, mais os clubes que não conseguissem a promoção à Divisão d'Elite Pro Nacional, bem como o Campeão e eventualmente o vice-campeão da 1ª Distrital, mais os clubes necessários desta divisão para que a Divisão de Honra completasse os 16 clubes, o que seria algo como a imagem abaixo representa: 



De referir, que nesta apresentação, a dúvida está na participação do Valadares ou do Aliança Gandra, sendo que o jogo que será disputado entre as duas equipas para defenir o quinto e o sexto lugar será determinante para perceber qual dos dois é que integraria a Divisão de Honra na próxima temporada. No entanto, até poderia não ser necessário isso, uma vez que o número destinado às equipas B poderia não ser completamente preenchido, o que deixaria vagas em aberto. Neste momento o A Bola é Redonda sabe que existem três vagas para as equipas B preenchidas, o que abriria as portas tanto a Valadares como Aliança Gandra, ficando a decisão para o Foz-Gondim nos mesmos moldes.

Porém, a A.F. Porto pretende alterar alguns pontos deste regulamento. Nessa Assembleia Geral de dia 31 de Maio, será proposta a alteração do ponto 115 e alíneas, da Divisão d'Elite Pro Nacional. Em causa estão, segundo a Associação, os princípios da Igualdade, Proporcionalidade e Justiça, aludindo à parte final da alínea B onde se diz "se os mesmos pertencerem à AFP". Entende aqui a Associação que esta afirmação incorre na violação dos três princípios aludidos, já que na mesma alínea é decidido que os dois primeiros classificados da Fase Descida se classificam para a Divisão d'Elite, enquanto que os que se classificarem nos quatro últimos lugares terão que descer à Divisão de Honra, o que no entendimento da A.F. Porto os clubes que se classificassem nestas quatro posições, desde que pertencentes à AF Porto, incorreriam numa dupla descida e teriam que fazer um esforço suplementar para voltar a subir.
Os clubes que estão nesta condição são o Leça e o Rebordosa, que por força do regulamento aprovado a 9 de Julho de 2012, terão que disputar a Divisão de Honra na próxima temporada. 
Porém, a A.F. Porto apresenta uma nova versão deste artigo 115.01, onde pretende integrar todos os clubes da Fase Descida, bem como incluir as equipas B alargando a sua criação a clubes que disputem os campeonatos profissionais, neste caso reduzidas para apenas três, na Divisão d'Elite Pro Nacional, o que, e aludindo mais uma vez à actualidade dos campeonatos, terá um formato como o que é abaixo apresentado:




Nesta altura são já conhecidas as equipas que pretendem ter equipas B a disputar os campeonatos distritais, no caso o Varzim e o Rio Ave, bem com o FC Porto, que criará uma equipa C. As dúvidas com Lousada e Perafita mantêm-se, surgindo agora com o São Pedro da Cova, uma vez que o inbróglio criado no jogo Sobrado-Ermesinde ainda não está resolvido e, em caso de atribuição de vitória ao Sobrado, este somará 53 pontos e passará a ocupar a terceira posição na Divisão de Honra.
Já a constituição da Divisão de Honra será a seguinte:



Constata-se assim que os clubes da 1ª Distrital, nesta nova versão, serão os mais favorecidos, verificando-se assim a dúvida entre o Gondim e o Foz, que será resolvido no jogo que ambos irão realizar entre si, de atribuição do 7ª e 8º lugares da 1ª Distrital.

Para finalizar, dizer apenas que serão os clubes a decidir se estas alterações serão realmente efectuadas, na Assembleia Geral do próximo dia 31 de Maio. 

5 comentários:

Anónimo disse...

A AFPorto, é uma VERGONHA, os regulamentos estão aprovados desde o inicio da época, os mesmos foram reiterados atraveês de circulares aos clubes, em Novembro de 2012 e em Março de 2013, as equipas planificaram a época baseada nos regulamentos aprovados e sucessivamente reiterados, agora no final da época, querem "ajudar" o Leça e o Rebordosa (clubes esses que no inicio da época tinham concordado com o novo regulamento) e ainda colocar as equipas "B" e no caso do Porto "C" a competir na pró-elite, quando essa mesma inclusão estava já aprovada, mas para a divisão de honra.

É UMA VERGONHA, ISTO É GOZAR COM OS CLUBES MAIS PEQUENOS.

O leça e o Rebordosa, alegam que para chegarem á 2ª divisão terão de subir duas divisões, o que eu pergunto aos "ILUMINADOS" da AFPorto, é que se a 3ª divisão não foçe extinta, eles desciam na mesma para a divisão de hornra e teriam de subir duas divisões para chegar á 2ª.....

Já agora as equipas "B", na ultima circular da AFPorto tinham até ao dia 20 de Maio de 2013, para se inscreverem, nessa mesma data não havia nenhuma inscrição.......quero ver o que vão fazer....

A AFPorto neste momento está a gozar com os clubes da distrital em prol dos "senhores do futebol".

Anónimo disse...

Caro Jonnhy Lino, vou tentar ajudar.

Primeiro, resta-nos esperar até 6ªfeira sem especular, está quase. Segundo, querendo projectar, podemos dizer:
- no jogo Sobrado-Ermesinde foi decretada derrota a ambas as equipas, conforme circular da AF Porto de ontem (assim como no jogo Eiriz-Gondim da série 2 da 1ª distrital);
- as equipas B são 5 vagas para equipas que joguem em 2013/14 no CN Seniores, e segundo se sabe há 1 nome falado (Varzim B). Caso avance a possibilida de inscrição de equipas da LPFP há mais 3 (Rio Ave B, Leixões B e FC Porto C). Se elas ficare, na Div.Honra será que se inscrevem?
- as equipas B tinham de ser inscritas até 2ªfeira dia 20/05/2013. Para jogar às claras as AFPorto tinha de ter publicado quem o fez. Ao não fazer abre uma grande desconfiança e possibilidade de jogadas de bastidores.
- Lousada (e muito menos Perafita) devem ir para o CN Seniores - à partida não haverá desistências!


As contas podem começar a ser feitas assim:
- há 32 vagas para ELITE E HONRA e certos estão 26: Infesta, Padroense, Pedras Rubras, Paredes, Aliados, Vila Meã, Leça, Rebordosa, Perafita, Nogueirense, SC Rio Tinto, Sp cova, Sobrado, Candal, Serzedo, Valonguense, Oliv.Douro, S.Martinho, Barrosas, Canidelo, D.Sandinenses, Varzim B, Gulpilhares, Maia Lidador, São Félix e Citãnia;
- logo, faltam 6 vagas a preencher: 1 para Lousada que vai ser o pior 3º e não vai subir (a não ser que haja alguma desistência, o que não é crível), 3 hipoteticamente para Rio Ave B, Leixões B e FC Porto C; e os 3ºs da 1ª distrital Valadares e Aliança Gandra.

Por isso, parece mais ou menos claro que a questão de uma nova adaptação dos regulamentos não beneficia as equipas da 1ª distrital.

A terminar, deixo a minha opinião: a nova regulamentação vai ser aprovada pela força das equipas grandes (que por sinal têm equipas B e vão conseguir "comprar" as outras). Por isso acho que as 4 equipas B vão para a Honra, tal como Leça e Vila Meã, o que faz com que 6 equipas da Honra que podiam ir para a Elite, se mantenham na Honra - SP Cova, Sobrado, Candal, Serzedo, Valonguense e Oliv.Douro).

No entanto, acho que é uma vergonha e falta de respeito. Isto nem sequer devia ser proposto porque é alterar as regras a meio do jogo (a meio não, no fim), mas sendo propoasto os clubes deviam juntar-se e reprovar isto. Os regulamentos são para aprovar antes das épocas começarem.

Se tudo fosse correcto e limpo, seria assim:

Elite
- da 2ª Nac. = Infesta e Padroense
- da 3ª Nac./subida = Lousada, Pedras Rubras e Paredes
- da 3ª Nac./manut. = Aliados e Vila Meã
- da Honra = Perafita, Nogueirense, SC Rio Tinto, SP Cova, Sobrado, Candal, Serzedo, Valonguense e Oliv.Douro

Honra
- da 3ª Nac./manut. = Leça e Rebordosa
- equipas B = Varzim B, Rio Ave B, Leixões B e FC Porto C
- da Honra = S.Martinho, Barrosas, Canidelo e D.Sandinenses
- da 1ª distrital = Gulpilhares (1º série 1), Maia Lidador (1º série 2), São Félix (2º série 1), Citânia (2º série 2), Valadares (3º série 1) e Aliança Gandra (3º série 2)

Aproveite este meu comentário para publicar, parece-me escorreito.
Cumprimentos a todos

Anónimo disse...

No meu comentário anterior, onde se lê "Leça e Vila Meã" deve ler-se "Leça e Rebordosa". O parágrafo em questão é:

"A terminar, deixo a minha opinião: a nova regulamentação vai ser aprovada pela força das equipas grandes (que por sinal têm equipas B e vão conseguir "comprar" as outras). Por isso acho que as 4 equipas B vão para a Honra, tal como Leça e Vila Meã, o que faz com que 6 equipas da Honra que podiam ir para a Elite, se mantenham na Honra - SP Cova, Sobrado, Candal, Serzedo, Valonguense e Oliv.Douro)."

Anónimo disse...

Não me surpreende esta posição da AFP porque é constituída por pessoas que se servem do desporto e não estão para servir o desporto. Constatem as relações familiares que existem na AFP! Fico-me por aqui.

Homem Invisivel disse...

Esta assembleia parte de um principio errado, a de que os clubes da 3ª divisão nacional, assim classificados, descem duas divisões. Ora com a extinção da 3ª eles desceriam todos para a honra. A AFP cria Elite para substituir a 3ª, logo os que se manteriam na 3ª assim permanecem na equivalente, ou seja, a Elite, e os que desceriam descem na mesma à honra. Qual é a dúvida? A mim parece-me que mudar as regras depois de ver o que aconteceu, é tentar servir interesses de alguns que não foram capazes de os defender em campo durante o campeonato.