21 de julho de 2010

Entrevista com: Tozé (ex-Treinador do Candal)

Esta semana estão de volta as entrevistas ao 'A Bola é Redonda' e logo com um entrevistado de peso. Tozé, ex-treinador do Candal e que levou a equipa de volta à 3ª Nacional  27 anos depois da primeira e única participação na já longínqua temporada de 1981/1982. O ano passado, mais ou menos por esta altura, causou alguma surpresa a notícia da saída do treinador do clube, sendo substituído por Eduardo Luís, que posteriormente também deu o seu lugar a Guilherme Baldaia, que também já deixou o clube, devido a motivos profissionais. Ao longo da entrevista, Tozé aborda o momento da sua saída, bem como o bom momento do Coimbrões, assim como também o sufoco por que passam dois dos clubes gaienses que o treinador representou enquanto jogador. Frontal como sempre, Tozé pouco ou nada deixa por dizer, em mais este exclusivo do 'A Bola é Redonda'.


A Bola é Redonda (ABR) - Tozé, já há algum tempo que não se ouve falar de ti. Que tens feito desde que deixaste o Candal?

Tozé - Aproveitei para tirar o curso de II nível de treinador, dedicar mais tempo àqueles que me são próximos depois de 25 anos seguidos em que o futebol foi uma constante no dia a dia. Dediquei também mais tempo à minha vida profissional, mas estive sempre atento a tudo que se passa no futebol.


ABR - Certamente tens acompanhado o futebol gaiense. Como viste a carreira das equipas que representaram o Concelho na 3ª Nacional?

Tozé - Tive oportunidade de ver alguns jogos das equipas Gaienses. O Coimbrões foi sem duvida a equipa mais forte e subiu com todo o mérito. As outras equipas eram todas muito equilibradas, o Candal fez um bom campeonato e o Oliveira do Douro ficou muito aquém das expectativas.


ABR - O Coimbrões alcançou a promoção à 2ª B, apenas duas épocas depois de se estrear nos Nacionais. Que comentário merece a equipa de Rui França?

Tozé - Acho que foi sem dúvida alguma a melhor equipa. Muito mérito da sua direcção, dos seus jogadores e do seu treinador, como acontece na maioria dos casos em que se consegue subir de divisão. Acho mesmo que o Coimbrões e neste momento um bom exemplo para os outros clubes Gaienses, dado que consegue com um baixo orçamento manter todos os anos a grande maioria dos jogadores. E porque? porque são acompanhados, acarinhados, sentem-se bem no clube e por isso mesmo, tendo propostas superiores e de divisões superiores, preferem continuar ali. Se calhar quando outros clubes se interrogam pelo facto de não conseguirem manter os seus jogadores época após época, deveriam olhar mais para este exemplo, ou alguém acredita que jogadores jovens como o Pedrinho, o Fábio Martins, o Joel ou o Igor não tem recebido propostas para sair ao longo destes dois ou três anos que estão no clube. Claro que tem, mas ficam porque são bem tratados.


ABR - O Candal por pouco não acompanhava os vizinhos de Coimbrões. Ficaste surpreendido pela carreira da equipa ou era algo que já esperavas?

Tozé - O Candal fez uma boa época, conseguiram ate final lutar pela subida de divisão. Foi uma equipa que se baseava mais na qualidade individual de alguns jogadores que iam desequilibrando neste ou naquele jogo, o que disfarçava algumas carências colectivas que a equipa apresentava. Não tenho duvidas nenhumas que com a base da equipa que subiu de divisão e com mais dois ou três reforços o Candal teria disputado não só a subida, como também o 1º lugar com o Coimbrões.


ABR - Ainda dentro do Candal. Numa das últimas vezes que falamos, disseste-me que "um dia mais tarde as pessoas irão saber porque sai do Candal". Porque saíste do Candal depois de subir a equipa à 3ª Nacional?

Tozé - Acho que sobre isso muita coisa foi dita, principalmente muitas coisas que não correspondem a verdade. Quem me conhece sabe perfeitamente que nunca deixaria o Candal por dinheiro, alias eu aceitei reduzir o ordenado, abdiquei dos dois meses que o clube devia quando acabou a época, e não quero esse dinheiro. Acabamos por entrar em desacordo quando os dirigentes, apesar destas situações, não chegaram a acordo com o preparador físico por uma verba muito reduzida, nem com praticamente nenhum dos jogadores que eu pretendia que continuasse na nova época, aliando isso ao facto de também não terem cumprido com aqueles que deram tudo pelo clube depois de terem prometido que o fariam. Há realmente pessoas que não compreendem, mesmo com estas situações o porque de eu ter deixado o clube, mas a minha vida foi sempre orientada por princípios que para mim são fundamentais e mesmo que estes me levem a estar fora do futebol por muito tempo, vou segui-los ate ao fim.


ABR - Indo para outras divisões. O Dragões Sandinenses desceu à 1ª Distrital. Tendo tu jogado lá, como vês o momento actual da equipa?

Tozé - Era o ultimo clube que eu diria que ia cair numa situação destas. Foi sempre um clube de gente muito séria ate que chegou alguém que provavelmente colocou os interesses pessoais a frente dos do clube e deu nisto.


ABR - Outro clube emblemático para ti, o Vilanovense. Depois de na época anterior a equipa não ter competido, este ano está a um passo de regressar. Que comentário te merece?

Tozé - Foi para mim uma grande honra ter sido capitão desse clube durante alguns anos. Acho que o facto de as camadas jovens voltarem a jogar no Soares dos Reis vai dinamizar a vida do clube. Acredito que aprenderam com os erros cometidos e que o 'Vila' vai voltar a ser forte.


ABR - Voltaste a jogar futebol na equipa das Velhas Guardas do FC Afurada. Como surgiu essa hipótese?

Tozé - Foi unicamente por amizade a algumas pessoas que estavam na equipa e achei piada e embora eu leve a situação mais na desportiva, há quem a leve muito a serio.


ABR - Voltando aos 'bancos'. Não tens recebido nenhum convite para voltar a treinar um clube?

Tozé - Tem surgido algumas hipóteses desde que deixei o Candal. Ainda recentemente tive dois convites para voltar a treinar esta época, mas apesar da consideração que tenho por esses clubes acho que não devo aceitar uma proposta se não me sentir totalmente motivado e disponível a 100% para um projecto, seja ele qual for. Não e uma questão de divisão nem de dinheiro, mas sim de ter ou não condições para atingir um objectivo.


ABR - Para quando está marcado o teu regresso ao futebol?

Tozé - Assim que surja o convite certo, independentemente da divisão. O mais importante de tudo é que haja seriedade e que acreditem em mim, o resto vira por acréscimo.


ABR - Este ano recebeste o prémio referente ao 'Melhor Treinador' do Jornal O Gaiense. Como te sentiste?

Tozé - Não dou grande importância a essas coisas. O maior prémio que tenho referente a época que subimos é o reconhecimento de todos os jogadores que liderei e da massa associativa do clube que representei. O resto diz-me pouco.


ABR - Esse prémio não fez aumentar as saudades e a vontade de regressar ao futebol e aos bancos?

Tozé - Reconheço que tenho saudades e vontade de regressar. O futebol é o meu mundo e foram 25 anos seguidos, o facto de ter subido no primeiro ano de treinador também deixa alguma agua na boca e vontade de continuar o percurso. Mas quando decidi sair do Candal. tinha a perfeita noção que poderia estar bastante tempo sem treinar. Quem me conhece sabe perfeitamente que eu nunca irei ligar para um presidente de um clube a oferecer-me ou situação parecida. Não tenho feitio para isso. Portanto se tiver que estar mais um ou dois anos ou ate nem treinar mais, estou preparado para isso, ate porque felizmente não dependo do futebol para viver.


ABR - O que esperas este ano das equipas gaienses nos Campeonatos Nacionais?

Tozé - Do Coimbrões espero uma época sem sobressaltos na 2ª divisão, dado que manteve a mesma equipa e isso e fundamental em qualquer campeonato. Os jogadores, quando são bons, jogam bem em qualquer campeonato desde os distritais ate a 1ª liga, desde que tenham estrutura mental para isso. E o Coimbrões tem excelentes jogadores. O Candal e o Oliveira do Douro, neste momento não tenho dados que me permitam avaliar a possível prestação, porque não conheço os jogadores que vão fazer parte desses planteis ou a serie em que vão competir, o que também poderá ter grande influencia na classificação final.


ABR - Queres deixar alguma palavra aos adeptos e simpatizantes do futebol que te viram jogar e que aguardam pelo teu regresso ao mundo do futebol?

Tozé - Gostaria de deixar uma palavra de agradecimento a todos os que me continuam a apoiar. É fantástico sentir que já passou um ano depois da subida e ter tanta gente que não se esquece daquilo que fiz como treinador, e também do que fui como jogador. Isso, felizmente, sinto-o no dia a dia e em cada ida a um campo de futebol, o que me deixa orgulhoso.

12 comentários:

joao gomes disse...

eu sou suspeito para falar pois sou amigo do tó zé,mas nao posso deixar de dizer que apesar de ter treinado apenas 2 anos o tó foi dos melhores treinadores que tive,e tive nuitos e alguns de nomeada,e digo isto nao apenas por aquilo que ele é no campo enquanto treinador mas tambem e em especial por o homem que é.e acho que o melhor premio que ele possa ter recebido é o repeito e a amizade de todos os que foram seus colegas jogadores e amigos.grande abraço para o tó e eu sei que ele vai arranjar um clube mais cedo ou mais tarde onde ele possa continuar o excelente trabalho que fez no candal,mas onde as pessoas nao souberam dar esse merito pois quiseram puxar para elas todos ou louros de uma subida de divisao historica para o clube onde tivemos 3 meses em atraso ,tivemos sem direçao ,em resumo andamos sozinhos durante meses mas nunca deixamos de ser uma equipa de homens e que honramos e defendemos o CANDAL como poucos ,e esse feito por muito que nao se tenha engrandecido foi um feito historico que teve o TÓ ZÉ como seu principal responsavel

Rui Paredes disse...

concordo com tudo o que disse o meu amigo Joao Gomes..Tive oportunidade de conhecer o To Ze como jogador e como treinador, mais como treinador..durante o tempo que fui treindado por ele, ele fez uma coisa que muitos treinadores de grand nivel nao o conseguem fazer...ele consegui formar uma grande equipa e uma grand familia entre nos "Jogadores , Equipa Tecnica",esses dois factores foram importantissimos na nossa luta a subida de divisao merito todo do To Ze...Como o meu amigo Joao Gomes referiu andamos meses sozinhos o mister To Ze conseguiu sempre proteger a equipa, no final da epoca conseguimos o nosso objectivo merito principalmente do To Ze e jogadores mas houve pessos que se aproveitaram dos nossos louros e mais nao digo!!!
So espero que dentro em breve o To Ze volte a pegar numa equipa e tenho a certeza que quando voltar vai voltar em grande, ainda vamos ver o To ze a treinar grandes equipas e algumas delas de primeira liga..

Tiago Valente disse...

Bom dia.

Concordo com tudo os que os meu amigos João e Paredes disseram.

E também sou suspeito, visto que sou amigo do Tó.

Tive o prazer de ser seu colega de equipa e, posteriormente, ser treinado por ele,não esquecendo que foi ele que me proporcionou, por sua vontade e iniciativa, o enorme orgulho de ter sido capitão do grande C.D.Candal, herdando assim a braçadeira dele próprio, o que ainda tem mais valor para mim.

Como jogador e treinador, toda a gente sabe o valor do Tozé, uma vez que o seu percurso fala por si.

Agora muito mais importante é o valor que tem como homem.O Tó é uma pessoa com principios e valores bem definidos.

Espanta-me como está sem clube para treinar, uma vez que tem potencial para ser um treinador de referência em qualquer clube.

Ao Tozé desejo toda a sorte do Mundo e espero que, muito em breve, surja um bom projecto para ele demonstrar todo o seu valor.

Aos clubes peço que "abram os olhos"...

Miguel Vieira disse...

Eu também sou suspeito para falar, sou primo e amigo do próprio.
Mas sou uma das maiores testemunhas da grande familia que era vivida ali entre jogadores e treinadores dentro e fora do campo, pois assisti de muito perto a convivencia de todos eles, também fazia parte dessa familia, embora noutro escalao e ainda nos dias de hoje quando a nossa vida profissional e familiar permite ainda fazemos umas jantaradas e umas cartadas, que diga o amigo joão sem braços.
Temos pena das coisas estranhas que se tem passado naquele clube, prejudicando só e exclusivamente o Candal, porque as pessoas passam e o clube fica. Acredito piamente que daqui por meses ou poucos anos grande parte desta direcção no activo já nem saberão o caminho para as instalações ou melhor dizendo NEM SABEM QUE EXISTE O CANDAL.
Bem hajam a todos um forte abraço e em especial para o mister que foi sem duvida um dos grandes responsaveis pela subida de divisão.

Nuno Miguel disse...

A ambição traduz-se pela vontade e querer de vencer...fazes muito bem em não aceitar qualquer convite! A imagem que passas é de uma pessoa tranquila, capaz e que sabe o que quer e até onde quer chegar! Com os pés assentes no chão e a cabeça a pensar sempre em ir mais além...a oportunidade que esperas para demonstrar ( mais uma vez ) o teu valor vai surgir! Grande abraço

PedroAbel_7 disse...

mais um suspeito...

ou não...afinal com o To fui assiduo "cliente da bancada", com o To fui dispensado.....e que tenho a dizer do Tozé?? do melhor....enaquanto treinador, e enquanto pessoa.... por isso suspeito ou não de uma coisa tenho a certeza....ele tem tudo para ser um grande treinador, e tem sobretudo uma coisa que falta a muita gente, coragem para assumir as suas posições, se errar será sempre por si e não por ninguem... Só tenho a dizer bem de uma pessoa que me dispensou, agora deixo a pergunta...será que sou suspeito?... hipócrita não sou!! abraço ao Tozé e ao blog.

Lourenço disse...

Boas,
antes de mais parabens ao blog e votos de muito sucesso.
cumprimentos aos meus amigos comentadores.
o Tó Zé reúne todas as condiçoes para ser um treinador com uma carreira com mais exito do que a que teve como jogador. no entanto tem tambem algumas caracteristicas intrinsecas ao seu caracter que podem atrasar um pouco a sua ascençao. é um homem de convicçoes com principios eticos e morais muito fortes e defende os seus jogadores(já o fazia enquanto capitao)até ás ultimas consequencias. ora, este perfil nao se enquadra no pretendido por muitos dos dirigentes do nosso "quintal" futebolistico pois preferem treinadores que possam controlar. mas há sempre alguem com uma visao diferente e o Tó vai concerteza encontrar um projecto á medida do seu valor e da sua ambiçao. em relaçao á entrevista aproveito para agradecer em nome do S.C.Coimbroes e para anuir com o seu comentario relativamente á situaçao vivida no Candal que levou á saida de muitos jogadores bem como da sua analise á epoca passada.
obrigado

joao gomes disse...

nossa louro que redaçao é esta?que qualidade de texto, que "jogo" de palavras,que qualidade(nunca dividei que vais ser um grande sogro do meu filho) mas ainda assim tanta qualidade nao chega nem de perto ha tua qualidade em campo e enquanto pessoa.mas tens toda a razao o tó zé esta muito a frente da grande maioria dos treinadores.um abraço a todos

Rui Paredes disse...

Oh João o Lourenço vai ser o futuro Presidente da junta de freguesia de canidelo logo tem que saber falar :)
mas viste bem aquele frase "no entanto tem também algumas características intrínsecas ao seu carácter que podem atrasar um pouco a sua Ascenção."
Não é para qualquer um!!!
Grande Lourenço abraço para ti e para o João..

Anónimo disse...

É muito gratificante ler os comentarios k são escritos e dirigidos ao MISTER TOZÉ....isto só prova de facto o poder da sua liderança,como trein,já provou k sabe e tambem como atleta... é pena os dirigentes continuarem a ser pouco INTELIGENTES...
também não entendo o c.d.candal deixar fugir este tecnico,sabe-se lá porqué!... onde andam os verdadeiros candalenses....
PARABENS TOZÉ ´E MUITO BOM SENTIR QUE OS TEUS ATLETAS TE RESPEITÃO....um abraço amogo

Anónimo disse...

UM ABRAÇO AMIGO TOZÉ

Anónimo disse...

parabens amigo pela entrevista!!!!!apos ler a entrevista,e apos ler os comentarios,,fiquei sem palavras,pk apos um ano,de teres saido do candal,ainda ha quem te lembre como um HEROI..OS VERDADEIROS CANDALENSES ESTAM CONTIGO..agora se percebe,o pk é k tu não ficaste no candal..NÃO FOI PELO DINHEIRO..tu conseguiste unir o plantel ate ao fim do campeonato...HOMENS COMO TU FAZEM FALTA AO FUTEBOL..SÓ É PENA K CERTAS PESSOAS NÃO VEJAM ISSO...SÓ ME RESTA AGRADECER-TE PELO TEU BRILHANTE TRABALHO FEITO, NO NOSSO CANDAL...AS PESSOAS DO FUTEBOL K ABRAM OS OLHOS, PORQUE É PENA UM TREINADOR COMO O TOZE ESTAR NO DESEMPREGO...BEM HAJAS AMIGO...